CÁRITAS BRASILEIRA: 60 ANOS

18/11/2016

 

  

 

                                             Nos dias 09 a 13 de novembro de 2016, realizou-se o V Congresso da Cáritas Brasileira em Aparecida, São Paulo com a presença de mais de 500 pessoas de todo Brasil e vários Países como parceiros da Cáritas Brasileira. Estiveram presentes 12 Bispos, 30 Sacerdotes, dezenas de Religiosos/as e centenas de Agentes leigos/as da Cáritas Brasileira, neste encontro celebrativo e jubilar.

A Cáritas Brasileira foi criada em 12 de novembro de 1956 pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), quando era o presidente Dom Hélder Câmara, o Profeta da Solidariedade. No início a Cáritas foi incumbida de articular todas as Obras Sociais Católicas do Brasil e distribuir alimentos, roupas, através do “Programa Aliança para o Progresso”, implementado após a Segunda Guerra Mundial. Muitas equipes das Cáritas Regionais e Diocesanas, fortaleceram-se a partir dali, na Promoção Humana. Com o Concílio Vaticano II e da Conferência de Medellin, houve novas orientações sociais para as práticas solidárias da Igreja de forma mais estruturante e transformadora, inspirados na Doutrina Social da Igreja.

                                               Para celebrar os 60 anos da Cáritas Brasileira foram muitas as atividades preparatórias realizadas em todo Brasil, com fóruns, seminários, caravanas e a visita da Imagem de Nossa Senhora Aparecida em todos os recantos do Brasil, celebrando os 60 anos da Cáritas e os 300 anos de Aparição da Mãe Aparecida no Rio Paraíba, aos humildes Pescadores. De 09 a 13 de novembro de 2016, realizou-se o V Congresso Nacional da Cáritas Brasileira em Aparecida, São Paulo, como um grande momento celebrativo, de Ação de Graças e de projeção das atividades dos próximos quatro anos. Aqui em Santa Maria a Cáritas é a organização do Banco da Esperança, através da Ação Social e o Projeto Esperança/Cooesperança, através da Economia Solidária, Agricultura Familiar, Comércio Justo, Consumo Ético e Solidário.

                                               A Cáritas a nível Nacional está organizada com sede em Brasília, e tem 183 entidades-membro a nível nacional que são as Cáritas Diocesanas, 12 Regionais e 05 Inter-regionais. Atua em 450 Municípios do Brasil, sendo presença solidária e profética junto às pessoas mais empobrecidas, tornando-as sujeitas da sua própria transformação.

                                               No fomento às iniciativas de Economia Solidária, Segurança Alimentar e Nutricional e Sustentável, Fundos Solidários envolvendo jovens, crianças, mulheres, catadores de materiais recicláveis, agricultores, acampados, assentamentos de reforma agrária, ribeirinhos, quilombolas, indígenas, comunidades em situação de riscos e afetadas por desertos sócio-ambientais, Políticas Públicas, entre outros.

                                               A proposta da Cáritas é fortalecer cada vez mais o serviço da Caridade Organizada, para que “Mais gente possa ser gente” fortalecendo a “Transformação pela Solidariedade” e para que “Todos Tenham Vida e a Tenham em Abundância” (Jo 10,10).

 

 

 

 

Irmã Lourdes Dill, FDC

Coord. do Projeto Esperança/Cooesperança

Vice-Presidente da Cáritas Brasileira

 

 

 

 

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

V Congresso Nacional da Cáritas Brasileira celebra os 60 anos da entidade e define as diretrizes para os próximos anos de atuação

 

17 de novembro de 2016

Os direitos humanos são violados não só pelo terrorismo, a repressão, os assassinatos,
mas também pela existência de extrema pobreza e estruturas econômicas injustas,
que originam as grandes desigualdades.
(Papa Francisco)

O V CONGRESSO NACIONAL DA CÁRITAS BRASILEIRA


O V Congresso da Cáritas Brasileira aconteceu dos dias 9 à 13 de novembro em Aparecida-SP e contou com a participação de mais de 500 representantes das Cáritas de todas as regiões do Brasil e de entidades parceiras de diversas partes do mundo entre homens e mulheres; jovens e idosos; do campo e da cidade; das florestas e das águas. O tema norteador do encontro foi “Pastoralidade e Transformação Social”, com o objetivo principal de definir as novas prioridades estratégicas da instituição para os próximos 5 anos. 

Aproveitando a grande diversidade de público, houveram espaços para compartilhamento e reflexão sobre a realidade sociopolítica e econômica do país, a conjuntura da Igreja e da própria Rede Cáritas. Esta edição do Congreso Nacional também foi um tanto especial pois comemorou os 60 anos da atuação da entidade no Brasil – que ocorreu no dia 12 de novembro: houve festa, partilha e celebração. A alegria e a partilha se fizeram presentes e envolveram toda a rede nas ações realizadas ao longo do ano, caracterizadas pela reflexão sobre os caminhos trilhados até aqui e sobre os próximos passos a serem dados. (Leia a matéria na íntegra: http://caritas.org.br/35564/35564)

 

 

 

Todo o processo foi guiado pela imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, presente em toda a jornada. Com a realização do V Congresso Nacional, a imagem pôde retornar à sua casa, no município de Aparecida (SP), fechando o ciclo de um intenso trabalho. O congresso da Cáritas finalizou no domingo, dia 13 de novembro, com a realização da celebração eucarística de encerramento do Ano Santo da Misericórdia na Basílica de Nossa Senhora Aparecida e o fechamento da Porta Santa.

A matéria na íntegra sobre a abertura do Congresso e as principais falas podem ser lidas aqui.

A carta feita pelos que estavam no evento, relatando os principais resultados do evento estão disponíveis no site da Cáritas Brasileira, neste link.

 

 

 

 

PARTICIPAÇÃO DO RS E IMPORTÂNCIA DO CONGRESSO PARA A CÁRITAS DO RIO GRANDE DO SUL

 

A Cáritas Brasileira – Regional do Rio Grande do Sul esteve presente com 30 representantes das 13 (arqui)dioceses de nosso estado: Porto Alegre, Passo Fundo, Santo Angelo, Erexim, Bagé, Santa Cruz do Sul, Caxias do Sul, Vacaria, Santa Maria, Pelotas, Rio Grande, Novo Hamburgo e Cruz Alta.

Para a Cáritas do RS, o Congresso tem suma importância pois é nele que é construído, em conjunto, os rumos da Rede Cáritas, (re)definindo a missão, diretrizes, princípios e prioridades para os próximos anos de atuação da entidade no país. Eliane Pereira Brochet, assessora e integrante da colegiada da Cáritas RS, diz que um dos momentos que mais a chamou atenção foi quando aconteceu, de fato, a celebração dos 60 anos da Cáritas Brasileira, pois, foi a volta de Nossa Senhora Aparecida para casa depois de passar por todos os estados do país onde havia atuação da Cáritas. Para ela, o Congresso foi muito bom já que “todas as (arqui)dioceses estavam presentes e os agentes comprometidos. Foi uma mistura de cultura e interrelação com as Cáritas deste país”.

Na opinião de Ivo Poletto, assessor da Cáritas e articulador do Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social, “o congresso é a demonstração de que vale a pena correr riscos na prática de amor às pessoas injustiçadas… é por isso que a Cáritas nunca perdeu a esperança: mesmo com 60 anos continua nova e renovada, buscando se adequar as novas realidades”. O seu programa de rádio que relata um pouco mais sobre o Congresso está disponível neste link. 

 
O álbum de fotos na íntegra está disponível no Flickr da Cáritas Brasileira.

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 

 

 

Please reload

 Posts em Destaque

FEIRÃO  ESPECIAL  DOS  PAIS

August 10, 2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Pesquisa por tags
Please reload

Siga-nos
  • Facebook Basic Square

© 2023 Projeto Esperança/Cooesperança - Santa Maria - RS - Brasil  - Fones (55) 3219.4599 / 3223.0219                               Site desenvolvido por: Vida Grafi - Santa Maria - RS