CÁRITAS BRASILEIRA: 60 ANOS

08/11/2016

 

A Cáritas Brasileira foi criada em 12 de novembro de 1956 pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), quando era o presidente Dom Hélder Câmara, o Profeta da Solidariedade. No início a Cáritas foi incumbida de articular todas as Obras Sociais Católicas do Brasil e distribuir alimentos, roupas, através do “Programa Aliança para o Progresso”, implementado após a Segunda Guerra Mundial. Muitas equipes das Cáritas Regionais e Diocesanas, fortaleceram-se a partir dali na Promoção Humana. Com o Concílio Vaticano II e da Conferência de Medellin, houve novas orientações sociais para as práticas solidárias da Igreja de forma mais estruturante e transformadora, inspirados na Doutrina Social da Igreja.

Nos anos de 1980, os/as Agentes da Cáritas começaram a respirar o ambiente da Educação Popular, das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), dos organismos e Pastorais Sociais. Isso possibilitou uma profunda renovação na metodologia da Cáritas. A nova estratégia exigia um estudo da realidade para melhor compreendê-la e interagir com ações concretas e transformadoras.

 

Foi nos anos de 1990 que a Cáritas Brasileira projetou iniciativas inovadoras com os Projetos Alternativos Comunitários (PACs). Aos poucos foram criadas comissões, grupos gestores, conselhos, fóruns e coordenações colegiadas.

A Cáritas a nível Nacional está organizada com sede em Brasília, e tem 183 entidades-membros a nível nacional que são as Cáritas Diocesanas, 12 Regionais e 05 Inter-regionais. Atua em 450 Municípios do Brasil, sendo presença solidária e profética junto às pessoas mais empobrecidas, tornando-as sujeitas da sua própria transformação.

 

No fomento às iniciativas de Economia Solidária, Segurança Alimentar e Nutricional e Sustentável, Fundos Solidários envolvendo jovens, crianças, mulheres, catadores de materiais recicláveis, agricultores, acampados, assentamentos de reforma agrária, ribeirinhos, quilombolas, indígenas, comunidades em situação de riscos e afetadas por desertos sócio-ambientais, Políticas Públicas, entre outros.

 

A Cáritas valoriza e aposta em ações locais, comunitárias e territoriais, em relações solidárias em que a luta por direitos e a construção de um desenvolvimento local, solidário, territorial e sustentável caminham juntos. Nas lutas emancipatórias, a partir de processos coletivos, organizativos, autogestionários promovendo o protagonismo de grupos e comunidades, bem como fortalecendo iniciativas em redes de articulação, fóruns e ações de incidência política, fortalecendo a construção de espaços de democracia participativa de inclusão e transformação social.

 

Para celebrar os 60 anos da Cáritas Brasileira foram muitas as atividades preparatórias realizadas em todo Brasil, com fóruns, seminários, caravanas e a visita da Imagem de Nossa Senhora Aparecida em todos os recantos do Brasil, celebrando os 60 anos da Cáritas e os 300 anos de Aparição da Mãe Aparecida no Rio Paraíba, aos humildes Pescadores. De 09 a 13 de novembro de 2016, realizar-se-á o V Congresso Nacional da Cáritas Brasileira em Aparecida, São Paulo, como um grande momento celebrativo, de Ação de Graças e de projeção das atividades dos próximos quatro anos. Aqui em Santa Maria a Cáritas é a organização do Banco da Esperança, através da Ação Social e o Projeto Esperança/Cooesperança, através da Economia Solidária, Agricultura Familiar, Comércio Justo, Consumo Ético e Solidário.

 

A proposta da Cáritas é fortalecer cada vez mais o serviço da Caridade Organizada, para que “Mais gente possa ser gente” fortalecendo a “Transformação pela Solidariedade” e para que “Todos Tenham Vida e a Tenham em Abundância” (Jo 10,10).

 

Irmã Lourdes DillCoord. do Projeto Esperança/CooesperançaVice-Presidente da Cáritas Brasileira CPF nº 425.024.119-04 - E.mail: lourdesdill@hotmail.com

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

PROGRAMAÇÃO DO V CONGRESSO NACIONAL DA CÁRITAS BRASILEIRA

 

1º dia – 09 de novembro

Cerimonial e coordenação : Cátia e Alê

Manhã Chegada das delegações, credenciamento, organização dos cenários, organização da feira de EPS, reuniões das equipes de trabalho

12h30 Almoço

14h00 Acolhida das delegações.

14h45 Mesa de abertura: Dom João Costa, Irmã Lourdes, Monsenhor José Luiz Azuaje, Cardel Raimundo Damasceno, Dom Airton, Michel Roy, Dom Leonardo Ulrich, Antônio Marcio de Siqueira – prefeito de Aparecida. Coordenação da mesa: Dom João que abre a mesa e finaliza. Obs: As falas são de saudação.

15h30 Coordenação da mesa: Irmã Lourdes.

Painel: Cáritas 60 anos de solidariedade (D. Demétrio, Leon, Michel, Cristina França) Cada pessoa tem 20 minutos de fala. Lançamento do Filme/Documentário Cáritas 60 anos.

17h20 Lanche

18h00 Celebração eucarística de abertura do V Congresso Para a celebração eucarística (de todos os dias) temos direito a: comentário inicial, presidência da celebração e prece dos fieis.

 

19h00 Prêmio Odair Firmino de Solidariedade.

* O ato será realizado no auditório Pe. Noé Sotillo (auditório para 600 pessoas). Serão premiadas ao total 17 organizações.

* Fazer agradecimento aos 3 ganhadores do concurso Cáritas 60 anos (música, poesia e logo marca – entregar a placa de agradecimento);

* Outrsoa agradecimentos e entrega do trofeú Odair Firmino de Solidariedade: Dom Damasceno; Dom Demetrio; Cáritas Internationalis; Misereor, Caritas que estão celebrando os 60 anos – Colombia, Perú e Chile; Grito dos Excluídos e Misereor.

* Assinatura do acordo de solidariedade com o Haiti? Apresentação: Leninha e Marcelo

 

20h30 Jantar no hotel

 

2º dia – 10 de novembro

Coordenação do dia: Valquiria e Fernando Zamban.

06h00 Café da manhã

07h00 Missa na Basílica, seguida de caminhada para o local da feira.

09h00 Abertura da feira.

10h00 Lanche

10h30 Apresentação da programação

10h40 Painel: Analise de conjuntura eclesial Pe. Boris Augustin e Rosa Manzini. Coordenador da mesa: Dom João Dinamica de participação: 30 minutos para cada exposição, seguido de conversa por proximidade e reação da plenária.

12h30 Almoço

15h00 Painel – Análise de conjuntura socioeconômica, política e cultural Plinio de Arruda Sampaio Junior e Roberta Traspadin. Coordenação da mesa: Udelton Cada expositor tem 30 minutos para a apresentação, 30 min fila do povo e 10 min para cada expositor fechar.

16h30 Lanche

17h00 Painel: Pastoralidade e Transformação Social

* Depoimentos dos inter-regionais - 10 minutos para cada inter e 40 minutos (Nancy e Ivo); * Falas de Nancy Cardoso e Ivo Polleto Coordenação da mesa: Mandela

18h30 Caminhada do Centro de Eventos para a vigília 10 milhões de estrelas no Hotel Mística preparar transição do painel para a vigília.

19h00 Vigília 10 milhões de estrelas

20h30 Jantar

 

3º dia – 11 de novembro

Coordenação do dia Cristina e João de Jesus.

06h00 Café da manhã

07h00 Missa na Basílica, seguida de caminhada para o local da feira.

08h15 Orientação do dia da metodologia.

09h00 Circulação dos participantes pelos espaços dos inter-regionais

10h00 Lanche

10h30 Instalações Pedagógicas

* Acúmulo dos Inter-regionais sobre as temáticas Algumas orientações: Subdividir as instalações conforme os temas. Depois os subgrupos se reúnem para partilhar. As reflexões serão sobre: ACÚMULOS, DESAFIOS E ESTRATÉGIAS. Garantir fala da pessoa que elaborou o texto, uma fala do parceiro e uma fala do sujeito. A comissão de formação precisa organizar um roteiro pedagógico das instalações pedagogicas.

 

1.Defesa de direitos

- Povos e Populações Tradicionais(Pastorais do Campo) Parceiro: CIMI-Guilhermo; Elaboração do texto: Franceli – Norte 2; Sujeito da ação: alguém do quilombo Rio dos Macacos.

- Mulheres (Pastoral da Mulher Marginalizada) Parceiro: Pastoral da Mulher Marginalizada; Elaboração do texto: Regilvania; Sujeito da ação: Veronica – Ceará - Crato

- IAJ (Infância, adolescência e Juventudes) Parceiro: REJU Rede Ecumenica de Jovens; Elaboração do texto: Leon e Alessandra; Sujeito : Pessoa responsável pelos convites: Alessandra

 

2.Migrações e Refugiados Parceiro: Irmã Rosita IMDH; Elaboração do texto: Marcia Ponce e Cristina Moreli

– Regional Paraná; Sujeito da ação: Alguém da Cáritas arquidiocesana de SP. Pessoa responsável pelos contatos: Cristina.

 

3.Desenvolvimento solidário sustentável 01

- Mudanças climáticas e gestão de riscos. Parceiro: Ivo Poleto FMCJS; Elaboração do texto: João Paulo; Sujeito da ação: alguém de Mariana.

- Convivência com Semiárido e Amazônia (ASA – Amazônia: (REPAM) Parceiro: Valquiria –ASA + Dom Adolfo REPAM; Elaboração do texto: Valquiria e Mandela. Sujeito da ação: Ver no Inter Nordeste a ação do Semiárido. Pessoa responsável pelos contatos: Fernando Zamban.

 

4. Desenvolvimento solidário sustentável 02

- Economia Solidaria Parceiro: Risoneide FBES;

Elaboração do texto: Fernando Zamban; Sujeito da ação: Ver alguém empreendimento.

- Segurança Alimentar e Nutricional Parceiro: CONSEA de SP; Elaboração do texto: Eliane do RS e Cristiane ES; Sujeito da ação: ver alguém na delegação. Maranhão e nordeste 2 Pessoa responsável pelos contatos: Fernando Zamban.

 

5. Questão urbana - Gestão de resíduos Parceiro: Roberto (MNCR/SP); Elaboração do texto: Normeliana; Sujeito da ação: ver na delegação? Ver o Ceará. - Mundo urbano Parceiro: Ver com Serginho alguém do tema da moradia em SP; Elaboração do Texto: Serginho; Sujeito da ação: ? Pessoa responsável pelos contatos: Cristina

 

6. Fortalecimento da Rede

- Voluntariado Parceiro: Companhia de Jesus; Elaboração do texto: Marcelo e Jesa; Sujeito da ação: Alguém do SC (Lajes).

- Formação Parceiro: CESEP; Elaboração do texto: Cristina e Neuza; Sujeito da ação: ver com a comissão de formação. Talvez o Rio Grande do Sul. Pessoa responsável pelos contatos: Alessandra Aprofundamento com sujeitos e parceiros ligados às temáticas

13h00 Almoço

15h30 Instalações Pedagógicas * Formulação de estratégias sobre as temáticas Vamos delimitar uma quantidade de estratégia por instalação pedagógica?

17h00 Lanche

17h30 Livre

17h30 Reunião com os bispos referênciais.

19h30 Jantar

 

 

4º dia – 12 de novembro – ASSEMBLEIA – Aniversário da CB

Coordenação do dia: Mandela e Neuza

06h00 Café da manhã

07h30 Missa no Auditório

09h00 Apresentação das estratégias temáticas resultado das instalações pedagógicas. Introdução ao trabalho nos inter. Avaliação do quadriênio; Proposta do Marco Referencial. As leituras serão feitas no inter regionais.

10h00 Lanche

10h30 Inter-regional (considerações sobre a avaliação do quadriênio, estratégias temáticas e marco referencial).

12h30 Almoço

14h30

Assembleia * Outros assuntos (aprovação das contas e mudanças estatutárias).

* Prestação de contas do Congresso.

16h00 Lanche

16h30 Assembleia * Apresentação e aprovação das referências estratégicas.

Noite Grande Festa de aniversário

 

5º dia – 13 de novembro

06h00 Café da manhã

07h30 Celebração Eucarística Final, na Basílica.

Agradecimentos: Voluntários: o que fazer.

Dar uma agenda da Cáritas para cada voluntário;

Fazer a lista de agradecimentos.

Please reload

 Posts em Destaque

FEIRÃO  ESPECIAL  DOS  PAIS

August 10, 2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Pesquisa por tags
Please reload

Siga-nos
  • Facebook Basic Square

© 2023 Projeto Esperança/Cooesperança - Santa Maria - RS - Brasil  - Fones (55) 3219.4599 / 3223.0219                               Site desenvolvido por: Vida Grafi - Santa Maria - RS