Abertura da Feicoop é marcada por discursos em defesa da Senaes

11/07/2015

 

A cerimônia de abertura da 22ª Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop) e 11ª

 

Feira Latino Americana de Economia, na tarde deste sábado, em Santa Maria-RS, foi uma das concorridas dos últimos anos. Dezenas de autoridades e integrantes de movimentos sociais estiveram presentes no ato, que destacou-se pelos discursos em defesa da Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

 

 

 

Logo no início do evento, a coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança, irmã Lourdes Dill, dirigiu-se diretamente ao secretário-geral da Presidência da República, ministro Miguel Rossetto.

 

- Pedimos que o senhor leve um recado para presidente Dilma Rousseff. Ouvimos um boato de que a equipe da Senaes será destituída, mas a Senaes é nossa. Nossa secretaria não é moeda de troca e se isso acontecer, pedras irão rolar! - advertiu a religiosa.

 

 

 

Em seu discurso, Rossetto deixou claro que entendeu o recado.

 

 

- Vou levar essa mensagem para Brasília, irmã Lourdes Dill. Vou dizer que aqui em Santa Maria pedras pularam e pedras falaram.

 

O ministro ainda ressaltou que o governo Federal não quer a Economia Solidária distante da economia nacional.

 

- É preciso acreditar na Economia Solidária, em uma sociedade mais igualitária, que seja capaz de aceitar as diferenças e confrontar as desigualdades - destacou Rossetto.

 

 

O economista e titular da Senaes, Paul Singer, disse estar comovido com o apoio recebido pelo público em favor de sua permanência na pasta e também deixou claro que a Economia Solidária não se baseia apenas na Agricultura Familiar.

 

- Precisamos aprender a fazer Economia Solidária em tudo em nossas vidas – refletiu Singer.

 

O ex-governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra, também afirmou que a Senaes é dos movimentos sociais e explicou em seu discurso porque prestigia a Feira todos os anos.

 

- Cada vez que venho aqui eu me sinto energizado - disse Olívio.

 

 

A cerimônia também contou com a presença do deputado federal Elvino Bohn Gass, dos deputados estaduais Valdeci Oliveira, Jorge Pozzobom e Tarcísio Zimmermann, do prefeito municipal de Santa Maria, Cezar Schirmer, e do arcebispo metropolitano de Santa Maria, Dom Hélio Rubert. O evento foi finalizado com diversas homenagens a lideranças da Economia Solidária e movimentos sociais.

 

Mais cedo, no início da tarde, foi realizada a 11ª Caminhada Ecumênica e Internacional pela Paz e Justiça Social. O evento foi puxado pelo músico Antonio Gringo e contou com dezenas de participantes, sobretudo, jovens e integrantes do movimento feminista.

 

Neste sábado (11), o destaque da Feira é a Jornada Regional de Prevenção ao Uso de Drogas, que irá ocorrer no Espaço Sandra Magalhães, no Parque da Medianeira, entre 9h30min e 17h. A coordenação é da Arquidiocese de Santa Maria e Regional Centro do Amor Exigente. Devem participar do evento, o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Dr. César Luís de Araújo Facciolo; prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer; arcebispo metropolitano de Santa Maria, Dom Hélio Adelar Rubert; diretor do departamento estadual de Políticas Públicas sobre Drogas, coronel Edison Tabajara Rangel Cardoso; e a coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança, irmã Lourdes Dill.

 

Às 17h, ainda no sábado, no Palco da Feira, ocorre a entrega do “Prêmio BNDES de Boas Práticas em Economia Solidária - Homenagem à Sandra Magalhães”.

 

No domingo (12), a cerimônia de encerramento inicia às 18h, no Palco da Feira.

 

São esperados cerca de 240 mil visitantes na 22ª Feicoop, no Centro de Referência em Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter. Ano passado, a Feira recebeu cerca de mil expositores, que ofereceram em torno de 10 mil produtos, entre: Agroindústria Familiar, artesanato, alimentação, hortifrutigranjeiros, plantas ornamentais e produtos de oito povos indígenas. Para esta nova edição, é esperada uma quantidade similar de expositores e produtos.

 

Os eventos de Economia Solidária são promovidos pelo Projeto Esperança/Cooesperança, da Arquidiocese de Santa Maria, com apoio de Cáritas, Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho e Emprego (Senaes/MTE), Prefeitura Municipal de Santa Maria, Instituto Marista Solidariedade (IMS), Fórum Brasileiro e Fórum Gaúcho de Economia Solidária, entre outras entidades.

 

 

Horário de abertura da Feicoop

Sábado (11 de julho): 8h às 20h

Domingo (12 de julho): 8h às 18h

Entrada gratuita

 

Curta a página da Feicoop no Facebook: http://www.facebook.com/feicoop

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Maiquel Rosauro, Jornalista (MTb/RS 13334)

 

Assessor de imprensa - 22ª Feicoop

11ª Feira Latino Americana de Economia Solidária

Pós-Graduado em Finanças

55 55 9681-1384 (WhatsApp) ou 55 55 3219-4435

Facebook - Twitter - Instagram - Flickr - Linkedin - YouTube

Please reload

 Posts em Destaque

FEIRÃO  ESPECIAL  DOS  PAIS

August 10, 2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Pesquisa por tags
Please reload

Siga-nos
  • Facebook Basic Square

© 2023 Projeto Esperança/Cooesperança - Santa Maria - RS - Brasil  - Fones (55) 3219.4599 / 3223.0219                               Site desenvolvido por: Vida Grafi - Santa Maria - RS