Santa  Maria, RS,  15  de  janeiro  de   2015.

 

 

Prezad@s  Irmãos  e  Irmãs  de  caminhada  !

 

“Os  242  jovens,  vítimas  da  Tragédia  de  Santa  Maria  de  27/01/2013,

  deixaram  muito de  si  e  levaram  muito  de  nós”.

 

 

Ao  completar o  2º   ano  da  Tragédia   da  Boate  Kiss  no  dia  27/01/2015,  queremos  fazer  a  memória  e  unidade  com os  242 jovens,  bem  como  com os  seus  familiares, amigos  e  apoiadores.

 No  site www.esperancacooesperanca.org.br do  Projeto Esperança/ Cooesperança, tem   as  fotos  e os nomes  dos  242  jovens  com  autorização  da  Associação,   e  alguns  textos   para  servir  de  reflexão  e  unidade.  Tem  o  endereço  da  Associação   AVTSM,  caso  alguém  queira  enviar  uma  mensagem  para  os  familiares,  seria  muito oportuno e  eles  ficariam  muito  gratos.

Com certeza, todos   vamos  trabalhar  cada vez  mais  na  prevenção  e  no  cuidado  da  Vida  dos  nossos  semelhantes  e  do  Planeta Terra,  para  que   em  nenhum  lugar  do mundo  uma tragédia  destas  se  repita.                      

 

Contato:

ASSOCIAÇÃO DOS FAMILIARES DE VÍTIMAS E SOBREVIVENTES

DA TRAGÉDIA DE SANTA MARIA - Rio Grande do Sul - Brasil

Rua Floriano Peixoto, 1184, sala 601, 6º andar, Centro.

 CEP: 97015-372  Santa  Maria/RS

Telefone: 9216-1818

secretaria@avtsm.org

 

Para Contatos:

PROJETO ESPERANÇA/COOESPERANÇA

Rua Silva Jardim, 1704 – Centro - 97.010-490 - Santa Maria/ RS/ Brasil

Telefone/Fax: 55 3219 4599 /  9979 7087 ( Ir. Lourdes)

E-mail: projeto@esperancacooesperanca.org.br

Site: www.esperancacooesperanca.org.br/

www.facebook.com/projetoesperancacooesperanca

 

 

 

Com  votos  de um  FELIZ  E  ABENÇOADO 2015  !

 

Ir. Lourdes  Dill, FDC

Coord. do  Projeto  Esperança/

Cooesperança

 

 

 

 

A Palavra do Pastor: AOS PAIS E FAMILIARES DA TRAGÉDIA KISS

+ Hélio Adelar Rubert – 24/01/2015

 

             Estamos recordando dois anos da morte dos 242 jovens na tragédia da Boate Kiss em Santa Maria. Em espírito dirijo-me ao lugar-símbolo da morte de tantos jovens na madrugada do dia 27 de janeiro de 2013, na descida da Rua dos Andradas em Santa Maria - RS. Deponho a flor da oração e lembrança.

Naquela madrugada, o Senhor esteve junto a vós, estimados pais e familiares, para vos sustentar. Guiou e vos consolou. Que a dor dessa tragédia vos recorde o sentido da esperança, repondo a vossa confiança sempre em Deus. Ele não desilude, mas está sempre ao nosso lado, especialmente nos momentos difíceis e de morte.

Estamos aqui para agradecer pelo vosso testemunho e também para vos encorajar a fazer crescer a esperança dentro de vós mesmos e ao vosso redor.

Estamos aqui para vos encorajar e envolver as novas gerações; a alimentar-vos assiduamente da Palavra de Deus, abrindo os vossos corações a Cristo, ao Evangelho, ao encontro com Deus, ao encontro entre vós mesmos, como já estais fazendo por longo tempo. Lembro as palavras confortadoras que o Papa Francisco vos entregou, seis meses depois (27/7/2013): “Abraçar a Cruz; seguir Jesus e ir para frente!”

Ouvi a Deus, adorai a Deus e amai-vos como povo, como irmãos. Não vos esqueçais de vossa história de fé. Continuai a trabalhar com esperança para um futuro promissor. Formamos uma nova e grande família com laços de amor e de fé.

Nossa palavra especial aos jovens: “Convido-vos a construir a vossa vida sobre Jesus Cristo, pois quem constrói sobre Jesus, constrói sobre a rocha, porque Ele é sempre fiel, mesmo quando falha a nossa fidelidade (cf. 2 Tim 2,13). Jesus conhece-nos melhor do que ninguém; quando erramos, não nos condena, mas diz: ‘Vai e de agora em diante não tornes a pecar’ (Jo 8,11). Queridos jovens: vós sois a nova geração de Santa Maria e do Rio Grande do Sul. Com a força do Evangelho e o exemplo dos heróis da fé, sabei dizer não à idolatria do dinheiro, não à falsa liberdade individualista, não às dependências e à violência; e, pelo contrário, sabei dizer sim à cultura do encontro e da solidariedade, sim à beleza inseparável do bem e da verdade; sim à vida gasta com ânimo grande, mas fiel nas pequenas coisas. Deste modo, construireis uma sociedade família e um mundo melhor”.

Por fim, pedimos a Virgem Maria, Mãe e Medianeira de Todas as Graças, que nos abrace e nos console. Em espírito, nos dirigimos ao seu Santuário-Basílica que nos é muito querido e a ela confiamos nossos falecidos, as nossas crianças, os nossos jovens, nossos pais, nossos idosos, nossas famílias e toda a sociedade. Que ela interceda por todos nós junto ao seu Divino Filho Jesus. Amém. 

 

  

 

Dois  Anos  de  Saudade, Esperança  e  Justiça !

 

 

      No  dia  27  de janeiro  de  2015,  completam  os  dois  anos  da tragédia  de Santa  Maria  da  Boate  Kiss. Sim!  O  inesquecível   27  de janeiro  de  2013,  não  se  apagará   na  memória   de  Santa  Maria  e  na  memória   de todos os  que tem um coração  sensível,  solidário  e  humanizador.

      Naquela   madrugada, na  boate Kiss, no  contexto  onde foram  ceifados  os  242  jovens, com seus  sonhos,  esperanças  e  utopias, planos   sobre o  futuro  promissor,  que   os  esperava  com  tanta  jovialidade  e   expectativa  para viver.

     Ao completar o  2º ano  da  tragédia,  gostaria   de  unir-me, mais  do   que nunca  aos  pais,  familiares, amigos  e  apoiadores,    que  tem um  coração    sensível  e solidário,  para   que  possamos  compartilhar   com  Fé, Esperança,  Saudade  e   também com   indignação, clamando  por Justiça. Esperamos mais  agilidade nos encaminhamentos   dos  setores  responsáveis. Tenho  pena  e  me  indigno  diante   daqueles  que  dizem que  é  preciso  encerrar   o  assunto   e  esquecer  tudo,  o  que  é  impossível.

      Faço um apelo  à  todos   que  acham que    que os  pais  e familiares   precisam esquecer o assunto   e  ficar  quietos,  é  por  que  não  viveram  o  momento  desta  madrugada inesquecível, na própria pele, pois   a dor  de  cada um  que  viveu  este  contexto, não cabe no  coração ferido, com  saudade, cuja  tragédia  jamais  será  esquecida  pelos seus familiares, amigos  e   o povo de  Santa  Maria, pelos  que  tem  coração  sensível e  solidário.

      Acompanhei os  pais  e  familiares  ao  longo  destes   dois anos  nas  Celebrações,  Atos Ecumênicos  e momentos  de  encontros  especiais. Posso  dizer  que   encontrei  muita  Fé,  Coragem e Saudade,  nos  familiares,   nestes  momentos onde todos  reunidos,  num   só objetivo  Oramos  pelos   seus  filhos/as  e fortalecemo-nos  mutuamente, pela  Prece, apoio  e  abraços  solidários.

Unamo-nos   em  Oração   para   com   os  jovens   que deixaram muito  de  si  e  levaram  muito  de  nós,  para  que   de  lá  onde  eles  se  encontram,  possam  interceder  pelos  seus  pais, familiares,   amigos  e  apoiadores,  numa grande  corrente de Solidariedade.  Que  seja  feita  a Justiça  pelos  que  julgam  a  verdade  dos  fatos,   como  orienta  a  Lei, também  em favor  dos mais fragilizados  e   que  carregam  o  sofrimento  maior.

      Que  esta  demora  do  julgamento  dos fatos ,  não se  estenda  demais.  Que no  local  da  Boate  Kiss, seja  feito um  Memorial  em  Homenagem   aos  242  jovens,  que  partiram.  Por  isso  esperamos  que   nenhum  interesse pessoal  atrapalhe   esta  idéia.  Memorial  Já !

      Para  os  pais,  familiares  e amigos  desejo-lhes   que,  sintam  a  força  do  alto .  Com a Bênção  e  a ternura  de  Deus nosso  Pai ,  nos ajude   a vencer   este   grande  desafio.  Com  Fé, Esperança,  Saudade   e  clamando  numa  só  voz,  por  Justiça  e  Solidariedade.

 

FELIZ  E  ABENÇOADO   2015.

 

 

Irmã Lourdes Dill

Coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança

CPF nº 425.024.119-04

E.mail: lourdesdill@hotmail.com

 

 

 

O INESQUECÍVEL 27 DE JANEIRO

 

Sim! O inesquecível 27 de janeiro de 2013, jamais apagar-se-á em nossas memórias e na memória de Santa Maria, do Brasil e do mundo inteiro.

 Aquele dia, naquela hora, aquele espaço, aquela madrugada, aquele contexto., aquela tragédia não se apagará jamais em nossa memória e muito menos na memória dos pais, familiares, sobreviventes, amigos mais próximos, apoiadores das famílias atingidas. Uma tragédia desta natureza que ceifou a vida prematura de 242 jovens na sua tenra idade, cheios de vida, sonhos, utopias, planos de um futuro promissor, para o qual haviam se preparado, com tanta dedicação, esmero  e eficiência, com o apoio de seus pais, familiares, professores e amigos.

 

Ao completar um ano, o inesquecível 27 de janeiro, gostaria de fazer desfilar em nossa memória: a dor e a lembrança dos pais de cada um de seus filhos que se foram. As Celebrações do Dia dos Pais, Dia das Mães, dias de Formação com Palestrantes especiais, o atendimento dos profissionais da Saúde especialmente dos Psicólogos, Médicos e Enfermeiros, o trabalho exaustivo da Polícia Civil, Brigada Militar, dos Taxistas, Seguranças, Gestores Públicos, Corpo de Bombeiros, Ministério Público e demais órgãos da Justiça, trabalho da Imprensa escrita, falada e televisionada. O papel das Igrejas, especialmente as Celebrações Mensais de cada dia 27, preparados com carinho e atenção entre os familiares e representantes das Igrejas Cristãs, com participação Ecumênica, os espaços da UFSM e da UNIFRA, os visitantes da Tenda da Praça, local da vigília de 242 dias, os músicos que contribuíram tanto para a reanimação, os voluntários de todos os tipos e de todas as horas, os doadores de sangue, de alimentos, água, passagens, remédios e outros apoios. Um reconhecimento muito especial ao Deus da Vida,  que conforta os pais em todas as horas e nos momentos de dor, saudade vem fortalecendo a sua Esperança e a Fé gigantesca que os pais cultivam a cada dia.

O amor e a dor são rimas e sentimentos que se casam. “Apesar do amor não necessitar da dor, para sobreviver, mas a dor precisa do amor para poder morrer”.

Porém, as pegadas do amor são rastreadas pelo sofrimento. Foi naquela madrugada de domingo, quando tudo parecia tão tranqüilo, na noite de 27 de janeiro, noite festiva para os jovens, que estavam comemorando as suas conquistas, quando tudo aconteceu marcado pela luta histórica desta tragédia inesquecível.

 

Sim! Os 242 jovens partiram para a Casa do Pai. “Deixaram muito de si e levaram muito de nós”. Dos muitos Poemas e textos escritos se destaca especialmente o Poema de Ceura Fernandes, que merece ser lido e refletido neste dia. Na ausência dos jovens, ficou a saudade, que dói fisicamente em todos nós, mas temos certeza de que eles estão bem e estão com Deus na Casa do Pai, onde há muitas Moradas. Agora, resta-nos rezar por eles, pedir a sua intercessão e clamar por Justiça. Que a Justiça humana, em todos os níveis seja iluminada pela Justiça Divina, para fazer julgamentos justos, honestos, verdadeiros e juntos queremos dizer: ReViva Santa Maria. Queremos inspirar-nos na sábia frase de Jesus: “A Verdade vos Libertará”.

 

Que a Verdade, a Justiça e a Solidariedade sejam as principais virtudes daqueles que deverão julgar os fatos e encaminhar as soluções para este trágico acontecimento, que jamais se apagará na história de Santa Maria.

Na maior dor humana, a morte se torna Vida Plena em Deus. Esta é a nossa certeza junto com os 242 jovens, cuja memória permanece viva no meio de nós para sempre.

 

 

Irmã Lourdes Dill,FDC

Coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança

CPF nº 425.024.119-04

E.mail: lourdesdill@hotmail.com

Mais Fotos...

© 2023 Projeto Esperança/Cooesperança - Santa Maria - RS - Brasil  - Fones (55) 3219.4599 / 3223.0219                               Site desenvolvido por: Vida Grafi - Santa Maria - RS